Home / Notícias / Jornalista do blog Riozinho é agredido pelo SINTRASEM durante ato em frente à prefeitura

Jornalista do blog Riozinho é agredido pelo SINTRASEM durante ato em frente à prefeitura

O jornalista Adriano Soares, do blog Riozinho, foi agredido por militantes de extrema-esquerda do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal (SINTRASEM) na tarde de ontem, dia 11, enquanto fazia a cobertura do ato deles em frente à Prefeitura de Florianópolis.

Adriano fazia um vídeo ao vivo pela rede social de seu blog quando uma grevista o aborda e pergunta se ele é servidor público. Ao responder que não, mas que era jornalista , ela exige alguma credencial dele e em seguida outros militantes começam a gritar “fascista” e “MBL”. Foi o suficiente para que vários militantes o cercassem e aí se iniciaram as agressões. Entre os agressores de extrema-esquerda que aparecem nas imagens está Rene Munaro, presidente do SINTRASEM, filiado ao PT.

Também pela página do Riozinho, Adriano Soares gravou um vídeo indignado, no qual denuncia as agressões e informa que vai representar contra o sindicato no Ministério Público. Ontem à noite, uma CPI foi protocolada na câmara municipal para investigar uso de dinheiro público pelo SINTRASEM para ações de vandalismo, depredação e aliciamento de crianças em escolas para promover greves.

A página Riozinho tem 64 mil seguidores e tem foco em notícias do sul da ilha. Em janeiro do ano passado, o jornalista já havia sido agredido por militantes da COMCAP que faziam greve. Na ocasião, a assessoria de imprensa da companhia emitiu uma nota com pedido de desculpas. Desta vez, Adriano afirmou que não vai mais aceitar escusas.

Confira aqui o momento da agressão.

JornalivreSC
Desde 2014 lutando em prol da liberdade e da prosperidade.

Check Also

Prefeitura dá xeque-mate no SINTRASEM e avisa que poderá demitir servidores públicos em greve

A assessoria de comunicação do prefeito Gean Loureiro afirmo ser possível o rompimento de contrato …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *