Home / Notas / Feministas e ONGs de direitos humanos, que exaltaram Marielle, se calam sobre a morte de Caroline Pletch

Feministas e ONGs de direitos humanos, que exaltaram Marielle, se calam sobre a morte de Caroline Pletch

Apesar da grande repercussão causada pelo assassinato da policial militar Caroline Pletch, do batalhão de Chapecó, em Santa Catarina, o caso não foi exaltado pelas feministas e por setores ligados aos direitos humanos.

Caroline Pletch estava de férias com seu marido, o também policial militar Marcos Paulo da Cruz, na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. Estavam jantando em uma pizzaria quando assaltantes chegaram, roubaram os clientes e atiraram em Caroline. Os motivos dos disparos ainda estão sendo investigados.

Imagens feitas por câmeras de vigilância mostram o momento em que dois criminosos fugiram, após atirarem em um casal de policiais militares de Santa Catarina que estava em uma pizzaria na Zona Norte de Natal, na noite desta segunda-feira (26). Clique aqui para ver.

 

 

 

JornalivreSC
Desde 2014 lutando em prol da liberdade e da prosperidade.

Check Also

Trio liberal salva câmara de vereadores de vexame em projeto de lei contra a ditadura cubana

Foi votado na tarde de ontem, na câmara municipal, projeto de lei de autoria do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *